O MARIDO TIROU UMA FOTO DELES NA PRAIA… MAS OLHA PARA A FOTO COM CUIDADO… É MUITO MAIS DO QUE IMAGINAS!


Hoje em dia, existe muita pressão para as mulheres terem o corpo perfeito. Os média e as redes sociais possuem um estereótipo de beleza que está cada vez mais difundido pelo mundo inteiro. Mas a verdade é que todos nós somos belos à nossa maneira, e o que é bonito para algumas pessoas pode não ser para outras.

O importante é sentirmos-nos bem… e a auto-confiança é a coisa mais bela que podemos ter. E essa mãe australiana de quem vamos falar é um exemplo disso! Recentemente, Kirsten Bosly foi à praia com os seus filhos e o seu marido.

Mas o que era para ser um momento de relaxamento, tornou-se num momento stressante… Tudo começou quando o seu esposo captou uma foto da mulher em fato-de-banho. Saiba o que aconteceu a essa mãe!


“Hoje marca um novo começo para mim.

Durante quase toda minha vida, eu odiava o meu corpo. Desprezada. Eu o odiava.

Queria que ele mudasse, queria que fosse mais magro… com menos ‘gordura’.

Eu usei e abusei dele.

Eu o culpei por muitas coisas.

Tinha vergonha do meu corpo enquanto ele era, de uma certa maneira, quem eu sou.

Li recentemente algo que dizia ‘tire fotos com seus filhos, por que quando se for embora, as imagens são tudo o que eles terão de você’. E isso mudou algo em mim. Eu evitava fotos na maioria das vezes, por que não gostava de mim.

Bem, isso não acontece mais!

A verdade é que estou cansada de ter vergonha do meu corpo. Ele não fez nada, a não ser me apoiar durante 41 anos… Então, hoje, eu paro.

Deixo de lado o ódio e o ressentimento do meu corpo, e escolho gostar dele pelo que é: o meu corpo. Pedi ao meu marido para tirar essa foto para que as crianças se lembrem desse momento em que aproveitamos o dia solarengo em conjunto, com a celulite e tudo mais.

Nada a esconder.

Nada de bermudas.

Nada de toalhas.

Nenhum filtro.

Só nós.

Você sabe uma coisa? Eu não tenho vergonha. Nenhuma.

Ao olhar para essa imagem, tudo o que consigo ver é a forma como estamos felizes, e isso é ótimo.

Finalmente eu me sinto livre e é uma sensação incrível!”

E tu, quando te vais libertar do preconceito e ser feliz?